sábado, 17 de julho de 2010

Qual a última vez que vc fez sexo?

Fizeram duas perguntas no formspring de uma garota que tem uma filhinha bem pequenina com o rosto mais angelical do mundo. Perguntas essas que mexem não só com a vida dela, mas de muitas outras pessoas.

- Qual a última vez que vc fez sexo? Faz tempo
- Já fez sexo no 1 encontro? Never

Ninguém pode imaginar como a mente do ser humano é sagaz. Ninguém tem a noção exata do quanto podemos influenciar, principalmente para o mal, em apenas 10 segundos de conversa. Não temos noção do incrível poder da mente. E não falo aqui do lado místico, mas de forma prática. E graça a Deus, em algumas ocasiões, não usamos nem 10% desse poder. Quase sempre não vemos, ou simplesmente fechamos os olhos, para o fato de algumas pessoas precisarem de um abraço de Deus, de um toque especial, de serem confortadas na angustia de um choro, ao invés de sexo ou perguntas co-relacionadas. Ignoramos o fato de que cada pessoa tem uma historia de batalha, choro, frustração, de gerar vida ou de ver vidas irem embora por escolhas que muitas vezes fazemos sem pensar. E se “pensamos”, o fazemos de forma errada. Sem coração e sem razão. Mas como animais dominados pelo impulso do desejo e auto-satisfação.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

pinGODágua - Menina Tatuada



Preciso relatar o que eu fiz
Porque eu não quero fazer mais

E hoje perceber que o que parecia ser não era
Eu fui saber a fundo com o que meu avô
Colava o meu sapato
E aos 16 conheci pretajuana
Que vivia se queimando soltando fumaça
E aos 18 trai juana com uma menina branca
Que gostava de bola de gude
E dando teco na boleba de juana junto da menina branca
Eu fui perdendo atitude
Eu vi a juventude passar, passar, passar
Jogando bola de gude sem parar, sem parar, sem parar

Essas meninas acabavam comigo
Eu fui ficando sem amigos
Sem saber o que era amar
Um belo dia na esquina la de casa
Eu conheci uma menina tatuada
Ela me deu um folhetinho de uma onda
Disse que nessa onda eu podia dropar
E nessa onda podia me livrar
Da branca e de juana que queria me matar

E me mostrou no folhetinho
O horário e o lugar que eu tinha que chegar
Chegando lá parecia tudo
Menos uma igreja evangélica
E aquele povo foi falando comigo
Que eram os amigos que eu podia contar
Seu eu quisesse amor de verdade
Junto da felicidade eu levantava minha mão
Eu levantei e topei aquela onda
Que tinha no folhetinho da menina tatuada

Agora não só por hoje o amor, o amor, o amor
Agora não só por hoje o perdão, o perdão, o perdão
Agora não só por hoje a paz do senhor
O amor chegou trouxe minha juventude
O amor chegou junto com minha atitude

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Baralho é do Diabo? (por Caio Fábio)

-----Original Message-----
From: BARALHO É DO DIABO?
Sent: sábado, 3 de julho de 2004 11:26
To: contato@caiofabio.com
Subject: Dúvida!

Olá Pr. Caio,

Tenho uma dúvida sobre o baralho.

O que o senhor acha do baralho? Dizem que o “rei” é Satanás, a dama é Maria e o valete é Jesus... por isso não se pode brincar com isso.

Mas, acho que é um passatempo super-divertido e interativo...

Estou aguardando resposta...

Obrigada!
____________________________________________________________

Resposta:

Minha irmã querida: Se divirta na Graça de Deus!

O que é mais gostoso para você, ler a Bíblia ou jogar baralho?

Bem, você dirá que é ler a Bíblia. No entanto, eu lhe digo, ainda não é. Sabe por que? É que seu grilo com as cartas de baralho vem da diversão que o baralho dá, enquanto, supostamente, fala de coisas sérias.

E sabe por que eu sei disso?

Pense como seria se você amasse ler a Bíblia com a alegria de quem joga um baralho. E se você se sentisse culpado em se sentir alegre, mesmo que fosse lendo a Bíblia. Você deixaria de ler a Bíblia?

Pergunto isto porque você teria fortes razões para não lê-la, posto que na Bíblia o que mais tem, pela ordem, é Jesus, Satanás e Maria; e tudo é coisa muito séria. Todavia, você a lê com alegria em não se grila? Por que? Por que não é um jogo? Ah, então o problema está no jogo?

Mas é claro que não!

Afinal, você joga, eu jogo, nós jogamos...todos nós...não baralho...mas jogamos na vida, todos os dias, e por vezes jogos perversos, e que mexem com a cabeça dos outros...o que é infinitamente pior que jogar qualquer jogo de mesa...se houver mal para alguém em se divertir à volta da mesa.

De onde vem o grilo então? É da suposição que uma brincadeira possa ter referencia a "coisa séria"? E que você, sem saber, pudesse estar manipulando "coisas do mal"?

Ora, o grilo vem de seu espírito ainda animista na visão das coisas. Ou seja: você ainda crê que coisas possam ter poder-em-si-mesmas.

Digo isto porque é assim que é a espiritualidade da superstição, e que abunda tanto no mundo quanto na igreja evangélica, mesmo que a pessoa fale toda hora que “Jesus tem poder”.

Ou seja: crê-se que as coisas têm poder-em-si-mesmas, mas que Jesus tem MAIS poder. Só isto. É assim que um evangélico vê o mundo e a vida.

Ora, neste caso, sendo apenas uma questão de quem tem poder mesmo, não deveria haver problema de jogar cartas; afinal, presença por presença, a de Jesus seria incomparavelmente mais forte que a de satanás; e a de Maria, na pior das hipóteses, seria uma presença materna e inofensiva.

Parece estranho posto assim. Todavia, essa é a única maneira de você, e muitos, poderem aprender que "todas as coisas são puras para os puros; mas para os impuros, todas as coisas são impuras".

E mais: é tempo de aprender que o "ídolo, de si mesmo, nada é no mundo".

Ou seja: as coisas são só coisas, e o que as fez serem qualquer outra coisa é a crença de que as coisas sejam conforme a crença.

Assim, se sua crença é animista—e que empresta às coisas um poder mágico— o baralho será para você um "jogo de azar". Mas se você vê a vida como um cristão deve ver, então, o baralho precisa ser bem cortado, não estar viciado, e jogado com gente agradável e bem-humorada. Só isto. E nada além disso.

E olhe que eu nunca joguei baralho, pois, nunca fui amigo de jogos ou joguinhos. Mas essa é apenas uma declaração de que jogos, em geral, não me mantêm entretido. Apenas isto.

Leia Mateus 15 e veja de onde procedem as coisas ruins. Veja se elas vêm de fora ou de dentro. Veja quais as coisas que contaminam o homem, e me diga de onde elas procedem.


Um forte abraço!

Nele, em Quem hora de brincar é boa,

Caio

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Blindado por Deus

No fogo cruzado entre polícia e tráfico de drogas, o pastor Rogério Menezes circula imune

No fogo cruzado da guerra travada entre polícia e tráfico de drogas, um homem circula imune. Respeitado por bandidos e políticos, por comunidades carentes e pelo Bope, o pastor Rogério Menezes conquistou esse privilégio graças à sua neutralidade e sua sincera missão: salvar vidas e resgatar almas. Conheça o homem que, há 17 anos, pacifica o Rio de Janeiro usando o verbo como arma.

Marilzilda Cruppe/EVE
Os traficantes rezam com granadas na cintura, 
mas seus fuzis estão escorados no muro.

Foi uma revelação. Não uma espiritual, ao contrário. Uma experiência de um extremo realismo, mas, qual uma epifania, capaz de transformar qualquer um que a viva. De mãos dadas, formamos uma roda de 13 homens. Uma mão ligada a um rapaz de 20 anos, líder do tráfico de oito favelas cariocas. Outra ligada ao pastor Rogério, que conduz a oração. “Ó, Pai celestial, abençoa esses homens, Pai! Protege esses homens, Pai.” Estamos na calçada em frente a um terreno baldio, dentro de uma favela na zona norte carioca. É começo de madrugada. Três homens estão de escolta, seguram fuzis AR-15, um deles uma metralhadora. E todos vestem cintos que sustentam pistolas e granadas. “Pai, afaste o mal daqui, tira todo pensamento maligno. Proteja a vida deles, ó, Pai!” Temos os olhos fechados e oramos com a cabeça baixa. Os traficantes rezam com granadas ainda na cintura, mas seus fuzis e escopetas estão escorados no muro atrás de nós. Seus walkie-talkies seguem nervosos em chiados: “O blindado tá na ponte, câmbio”.


Como Tomar Posição Sozinho

O Servo de Deus, e em especial o jovem cristão, precisa saber viver em qualquer lugar ou ambiente, e dar testemunho eloquente da sua fé em Jesus Cristo, mesmo que esteja sozinho, longe do pastor, dos pais ou dos irmãos em Cristo.

Muitos, mesmo tendo nascido num lar cristão, só conseguem manter-se firmes, enquanto são crianças, levadas à Igreja pelos pais.Quando se tornam adolescentes, já começam a se sentir inseguros e chegam a desviar-se, quando se tornam jovens.

É preciso saber conduzir-se em qualquer lugar, diante de quem quer que seja, sem envergonhar-se do maravilhoso nome de JESUS.

Meditaremos em alguns aspectos que precisam ser considerados nesse assunto.

l. TOMAR POSIÇÃO NA IDENTIFICAÇÃO COM CRISTO

1.1. Como Salvo

- Nascido de novo (Jo 3.33-5);

- Regenerado: nova maneira de viver (2 Co 5.17);

- Nova maneira de pensar (Rm 12.2);

- Posição de salvo. Daniel e seus companheiros, no meio de muitos estranhos, num palácio real, não negou sua fé nem a seu Deus.

1.2. Como Discípulo

- Discípulo é aquele que segue a alguém. Somos discípulos de Jesus.

- O discípulo de Jesus tem características especiais. (Jo 13.34,35);

- O amor é a marca principal do cristão: amar a Deus, ao próximo e ATÉ aos inimigos (Mt 5.44-45).

- Tomar posição como discípulo.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Fala Pastor - Aprofunde-se




Aprofunde-se: o aprofundamento faz concretizar os planos de Deus para você.

A perseverança na vida com Deus é um dos segredos para a concretização de seus planos para nós. O Salmo 100 afirma, no versículo 5, que a fidelidade do Senhor permanece ao longo das gerações, e o mesmo se deve dar conosco em relação a ele.

Não é fácil dar continuidade às coisas que iniciamos, supostamente a razão por que muitas pessoas desistem de suas empreitadas ao primeiro sinal de dificuldade. E, na caminhada do evangelho, semelhantemente, é grande o número dos que não levam adiante o compromisso com o Senhor.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Vivendo para agradar a Deus (1Ts 4:1- 8)


No texto em tela o apóstolo Paulo vai tanger sobre um solene assunto, a santidade do corpo. Para introduzir esse assunto, ele faz três importantes considerações:

Em primeiro lugar, um clamor veemente (4.1).

O apóstolo Paulo diz: “Finalmente, irmãos, nós vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus...” (4.1). A palavra grega Loipon, “finalmente”, traz a idéia de que Paulo está apresentando seu último assunto. Embora pareça estranho que Paulo tenha usado esse advérbio quando ainda há uma porção substancial da carta à frente, na realidade, Paulo já chegou à última seção principal da carta.

Howard Marshall pondera que os dois primeiros versículos se constituem em introdução à seção, mas também constam como um prefácio para a totalidade do restante da carta com seu tom predominantemente ético e exortativo. Paulo coloca grande solenidade em sua linguagem. Ele pede, roga e exorta a igreja para que busque uma vida que agrade a Deus por meio da santificação.

Em segundo lugar, um progresso evidente (4.1b).

O apóstolo Paulo acrescenta: “[...] que, como de nós recebestes, quanto à maneira por que deveis viver e agradar a Deus, e efetivamente estais fazendo, continueis progredindo cada vez mais” (4.1b). Havia progresso na vida espiritual dos crentes tessalonicenses, mas Paulo estava certo de que eles deveriam continuar progredindo de forma mais expressiva na busca de agradar a Deus.

Warren Wiersbe disse que agradar a Deus significa muito mais do que simplesmente fazer a vontade de Deus. É possível obedecer a Deus e, ainda assim, não agradá-Lo. Jonas é um exemplo disso. Ele obedeceu às ordens de Deus, mas não o fez de coração. Deus abençoou Sua palavra, mas não pôde abençoar seu servo. Assim, Jonas assentou-se do lado de fora de Nínive, zangado com todos, inclusive com o Senhor. O irmão mais velho do filho pródigo obedecia em tudo a seu pai, mas não se agradava dele, não se deleitava em sua comunhão. Vivia como um escravo na casa do pai.

Em terceiro lugar, uma razão eloqüente (4.2).

Os crentes tessalonicenses deveriam viver do modo agradável a Deus, porque eles já haviam sido instruídos na verdade. Paulo declara: “Porque estais inteirados de quantas instruções vos demos da parte do Senhor Jesus” (4.2). A palavra grega paraggelia, “instrução”, detona uma palavra de ordem recebida de um superior, que deve ser passada a outras pessoas. Warren Wiersbe na mesma linha de pensamento diz que este termo faz parte do vocabulário militar e se refere as ordens dadas por oficiais superiores.

Somos soldados do exército de Deus e devemos obedecer às Suas ordens. O pecado de um crente é pior do que o pecado de um incrédulo, pois seu pecado é consciente. Seu pecado é uma rebelião deliberada contra um mandamento recebido.

Com respeito à vida que agrada a Deus, um ponto fundamental é tratado por Paulo: a santificação do corpo. Vamos considerá-los a partir de agora:

Em primeiro lugar, vejamos sobre a santificação do corpo (4.3-8).

Antes de entrar propriamente dito na exposição do texto, precisamos entender o contexto em que ele foi inserido. A vida sexual no mundo greco-romano nos tempos no NT era um caos, sem lei. Naquele tempo a vergonha parecia ter sumido da terra.

Êxodo 29:45-46

domingo, 11 de julho de 2010

AOS CRENTES MÁGICOS...


Uma das coisas que sempre me impressionaram na natureza humana é a nossa capacidade de criar qualquer realidade que desejemos; e, a seguir, projetá-la em alguém, em alguma coisa, em algum lugar ou individuo; ou ainda sobre uma instituição, seja ela de qual natureza for... — para, então, entregarmo-nos à fantasia... como se aquilo fosse a coisa mais real e genuína possível; até que depois de um tempo..., ao verificar que espinheiros não dão uva, saímos chorando, chocados, lamuriando contra Deus e a existência, sentido-nos enganados; e tudo porque espinheiros dão espinhos e videiras dão uva, embora nós tenhamos teimado em plantar uma natureza e esperando ceifar a outra...

Assim, relembrando que espinheiros não dão uvas, digo:

Toda mentira adoece o mentiroso, e inicia nele uma doença na mente; a doença da fantasia armada e destrutiva; além de que faz dele um ser mau caráter, pois, toda falsificação da realidade é a própria criação do diabo no interior do inventor, do mentiroso...

Related Posts with Thumbnails